Fragmentos

Estou orgulhosa do meu coração.

Ele é jogado, iludido, quebrado,

mas até hoje ainda funciona.






Talvez quando você precisar de mim, eu já tenha perdido a vontade de te ajudar.



Quem sabe quando você lembrar que eu existo, eu já tenha esquecido você…



E se por acaso um dia você me amar, talvez eu transforme esse amor em amizade.



Talvez quando você sentir minha falta, eu já tenha outro alguém que me quer tanto quanto eu te queria.





Eu não tenho medo de altura, tenho medo de cair.



Eu não tenho medo do escuro, tenho medo do que está nele.


Eu não tenho medo do amor, eu tenho medo de não ser amada.




2 comentários:

PARA ALÉM DA DIMENSÃO DE TI disse...

O noos coração é um orgão fenomenal..bjs bom fds..

Sizií disse...

Sera q pode um amor, virar amizade??
:/
Uuii